Faz parte do plano de Deus

Deus tem um plano em meio as tribulações, Ele tem uma solução para todos os seus problemas, tem o auxílio equivalente a sua necessidade, tem poder para realizar todos os seus sonhos, tem livramentos disponíveis para qualquer momento do dia e tem o direcionamento certo para guiar o seus passos.

Moisés foi adotado pela filha de faraó. Pela lógica a qualidade de vida que ele tinha na casa de seus pais biológicos, não se comparava a sofisticação que ele teve no palácio. O propósito de Deus na vida dele, necessitava dessa mudança de ambiente e aproveitando a situação que eles se encontravam, deu sabedoria a seus familiares e concretizou sua vontade.

Então, o cesto do menino foi levado até a sua nova mãe. Imagine a voz de Deus, ordenando as águas do rio, que elas se movimentassem apenas na direção daquele alvo, e elas por sua vez, o obedeceram. Quão maravilhoso é, saber que servimos a um Deus que prepara, calcula, promete e cumpre sua palavra, na vida de seus escolhidos.

Tendo o menino crescido, ela o levou à filha do faraó, que o adotou e lhe deu o nome de Moisés, dizendo: “Porque eu o tirei das águas”.(Êxodo 2:10)

Quando é obra de Deus, as coisas acontecem naturalmente, tanto é, que a criança foi retirada de casa, mas não ficou longe da família. O Senhor calculou cada detalhe, pra não deixar a família abalada com a ausência do menino e nem deixou que um decreto, destruísse todos o projeto que Ele tinha reservado para ele.

Por isso, não se preocupe com as circunstâncias contrárias, pois aquele que permitiu a tribulação, tem um aprendizado e vitória por trás disso. Moisés cometeu pecado sim, mas no momento que ele viu aquela cena de violência, não pensou duas vezes e matou aquele homem. Ele se revoltou com o que viu e sem pensar, fez algo ainda pior.

Muito tempo depois, Deus o levantou para tirar o povo da escravidão do Egito. Tudo que ele passou, o capacitou para esse tempo, principalmente no deserto. Ser líder de um numeroso povo não é fácil, requer muita dedicação e sabedoria. Talvez muitos queriam aquele cargo, porém nenhum se esforçava para o merecer.

Ele tinha muita intimidade com Deus e por esse motivo, foi convocado para essa tamanha responsabilidade. Ele não era o “queridinho” e mais certo do mundo, o que diferenciava ele dos demais, era porque ele passava muito tempo na presença do senhor. Melhor está de joelhos na presença do Pai e suportar qualquer dificuldade, do que ficar sentado no sofá, vendo os outros recebendo bênçãos e nada acontecer na sua vida.

O passado foi esquecido, ele errou, se arrependeu, Deus mudou a história. Não importa o que você fez, não existe pecado pequeno ou pecado grande, não existe uma balança pra medir isso. Diante da sociedade, existe uma classificação de erros cometidos, os anos de cadeia, vão depender do ato cometido, mas diante de Deus, qualquer pecado pode ser perdoado se houver arrependimento.